Pular para o conteúdo principal

ATENÇÃO: LÉSBICAS NA PISTA!




Gays conquistam espaço, visibilidade e respeito. E as lésbicas?

Fala-se muito sobre gays, em cada grupo de amigos há no mínimo um gay assumido com aquela alegria contagiante e sempre com muita personalidade conquistam a visibilidade que precisam pra mostrar que não vieram aqui pra brincadeira e vão em busca dos seus objetivos. Nos dias de hoje, mesmo tendo que vencer certos preconceitos, os gays ganham respeito perante à sociedade. Talvez seja pelo fato deles não terem vergonha de assumir a homossexualidade, ao contrário das lésbicas que preferem ser mais reservadas.

Em geral, pelo fato dos gays se assumirem cada vez mais cedo e adquirirem um estilo de vida bem peculiar, fica difícil disfarçar sua orientação e acredito que não esteja em seus planos. Por isso mesmo que o homossexual masculino ganha mais visibilidade, justamente por se mostrarem mais e como disse o grande Cazuza: “Só quem se mostra, se encontra. Por mais que se perca no caminho”. E os gays estão aí: nas ruas, nas escolas, nos eventos de orgulho gay levantando a bandeira defendendo a causa e protestando contra o preconceito.

É difícil encontrar uma mulher que se assuma lésbica sem constrangimento. Acredito que seja pelo fato de que a mulher, é mais reservada não só em questão ao relacionamento, mas em relação às outras coisas que envolvem o mundo feminino. Talvez por estarmos acostumadas a viver em um mundo essencialmente machista que desde criança aprendemos que mulher de respeito é aquela que se dá valor, aquela que é reservada.

Há mulheres, que assim como eu, têm vida social e profissional ativa e por receio da reação dos colegas de trabalho, preferem não revelar e até mentir sobre sua condição sexual. Todos sabemos que ainda existe preconceito, meio camuflado mas existe, só que não podemos ser escravos do que as pessoas vão pensar. Certo dia uma amiga no trabalho questionou se eu assumiria caso alguém direcionasse a pergunta sobre homossexualidade, respondi que sim. Porque mentir ou se ocultar pra agradar? Seja o que você for, seja o que você fizer, as pessoas sempre vão falar. Ninguém agrada todo mundo e sinceramente, aprendi que quanto mais tentamos agradar, mais afastamos as pessoas. O segredo é você fazer o que seu coração mandar, certamente você vai se sentir bem e as pessoas se aproximarão de você.

E tocando um pouco no assunto do esteriótipo que gays são femininos e lésbicas são masculinas, as pessoas vivem em um mundo de ilusão rotulando uns aos outros, sem nem ao menos ter conhecimento das coisas que falam. As pessoas não se tornam melhores ou piores, por serem e agirem de modo que se sintam bem.

Acredito que antes de levantarmos a voz e pedir respeito, devemos primeiro respeitar a nós mesmos. Não adianta levantar a bandeira se você não sente à vontade pra assumir ser lésbica por medo da reação das pessoas. Se você não faz nada errado, porque temer? A partir do momento que entendermos que não há nada de mal em ser homossexual e assumir sem medo, podemos aos poucos ir conquistando espaço e a visibilidade pra adquirir o respeito que tanto desejamos.

Quanto mais lutarmos pelos nossos direitos e não termos vergonha de combater a homofobia, mais chances teremos de garantir um futuro melhor e menos preconceituoso. Se não tivermos atitudes e nos orgulharmos de quem somos e se impor perante à sociedade, nunca iremos conquistar a visibilidade e o respeito pra que enfim vivermos uma vida digna de um cidadão comum e poder demonstrar nossos sentimentos sem medo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IMPRENSA GAY: Será que ela é?

No Brasil, a imprensa especializada no segmento gay ainda não é tão desenvolvida como nos Estados Unidos e outros países do globo. Enquanto pelos lados de lá pipocam publicações voltadas para este público e a cada dia que passa se fortalecem mais, por aqui ainda temos muito o que construir e conquistar.
No que se refere à existência de jornais e revistas brasileiros voltados para este público, a história é bastante complexa e rende várias versões, mas todas parecem concordar que os primeiros periódicos gays de que se tem notícia surgiram na década de 1960. Tais periódicos eram quase sempre artesanais, de circulação restrita e efêmeros, entretanto seu aparecimento foi de grande importância para abrir outras possibilidades de pensar o homossexual, numa época em que a repressão e o conservadorismo davam o tom.
O tempo passou, muitas coisas mudaram, começou-se a falar de um chamado mercado gay e algumas publicações foram criadas para tratar do segmento. Atualmente, temos duas revistas de ci…

Entenda o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006

Nos últimos 30 anos, o Movimento LGBT Brasileiro vem concentrando esforços para promover a cidadania, combater a discriminação e estimular a construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

A partir de pesquisas que revelaram dados alarmantes da homofobia no Brasil, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), juntamente com mais de 200 organizações afiliadas, espalhadas por todo o país, desenvolveram o Projeto de Lei 5003/2001, que mais tarde veio se tornar o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que propõe a criminalização da homofobia.

O projeto torna crime a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero - equiparando esta situação à discriminação de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, sexo e gênero, ficando o autor do crime sujeito a pena, reclusão e multa.

Aprovado no Congresso Nacional, o PLC alterará a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, caracterizando crime a discriminação ou preconceito de gênero, s…

Kamasutra Gay

Chega de acreditar e aceitar que o sexo só é válido e lícito se tiver como objetivo a reprodução da espécie. Homossexuais desejam exercer sua sexualidade e as diferentes forma de desfrutá-la, almejam alcançar liberdade de prazer que o corpo tem direito a desfrutar.
Nosso corpo possui certos pontos facilmente identificados quando estimulados. São as chamadas zonas erógenas, que aumentam as possibilidades de prazer até limites insuspeitáveis. Entre elas estão: a glande, o saco escrotal, os mamilos, além do pescoço, orelhas, nádegas e ânus.
Umas das práticas indispensáveis do sexo entre homens é o sexo oral. De acordo com Alicia Gallotti, autora do livro Kama Sutra Gay – Para desfrutar o máximo da sexualidade, o prazer que o sexo oral proporciona é um dos maiores que se pode sentir e oferecer. “O contato da boca e da língua úmida aumenta a excitação do que está sendo lambido, beijado e chupado, e também daquele que sente na boca a potencia da ereção e o contato do pênis tenso e sua glande…